Os empregadores dão cada vez mais importância às soft skills. Ainda não sabe bem o que é? O que deve trabalhar? Dizemos-lhe tudo nos parágrafos seguintes.

 

O que são as soft skills?

No fundo, as soft skills não passam das qualidades próprias das pessoas. São estas competências que fazem com que se tome uma certa atitude ou que se relacione de certa forma com outras pessoas.

O mais tramado destas qualidades é que elas não se aprendem como as competências técnicas. As soft skills são desenvolvidas ao longo da vida de uma pessoa.

Ao contrário do que acontece com as competências técnicas, estas qualidades não são, normalmente, exclusivas de um dado posto de trabalho. Diferentes soft skills podem ser usadas em diferentes situações. Porém, muitas delas acabam por ser transversais.

As soft skills têm cada vez mais importância na escolha de um candidato a um posto de emprego

As soft skills têm cada vez mais importância na escolha de um candidato a um posto de emprego

 

Quais são as soft skills mais requisitadas?

Trabalhar em Equipa

A não ser que se seja freelancer, esta é das competências mais requesitadas. Trabalhar em grupo promove mais criatividade, mais produtividade e ainda dá mais motivação.

Criatividade

Não, não falamos da criatividade artística. O facto é que hoje em dia há que ser criativo para encontrar soluções para os desafios do mundo actual.

Gestão de Tempo

Uma boa gestão do tempo que se gasta por tarefa é meio caminho andado para se ser mais produtivo.

Atitude positiva

Quem é que quer contratar um colaborador que passa o dia a lamentar-se? Há que olhar para os pontos positivos, mesmo quando a situação não é a melhor.

Adaptabilidade

O mundo de hoje está em constante mudança. Por essa razão, o trabalhador que melhor se adaptar a diferentes situações é aquele que fica.

 

Trabalhador jovem a apresentar uma ideia a uma mesa de decisão

 

Como treinar estas soft skills?

Surpresa, surpresa… As soft skills não se ganham como as competências técnicas! É muito difícil apurá-las, até porque é difícil mudar a personalidade a alguém. Porém não é de todo impossível. Existem certas estratégias que, quando se tornam regulares ajudam neste processo. Não se adquirem totalmente, mas é possível habituar-nos.

É exactamente isso que se faz na Master D. Não podemos mudar a personalidade dos nossos formandos para que tenham todas estas capacidades super desenvolvidas. No entanto, podemos fazer com que se habituem às estratégias para as melhorar.

Todos os nossos formandos têm acesso às sessões complementares presenciais. Como o nome indica, estas sessões são feitas presencialmente nos vários centros formativos. Aí trabalham-se os mais variados temas relacionados com soft skills (e não só!).