Certamente que já se deparou com anúncios de emprego que lhe pediam uma carta de apresentação. Já alguma vez sentiu dúvidas acerca da melhor forma de escrever esta carta? Em como se destacar através de um texto? As boas notícias é que, com um certo rigor e criatividade este passo não é tão difícil como parece.

Este documento nunca deve ser enviado sozinho. O curriculum vitae deve ir sempre e quanto mais estiverem relacionados melhor. Aqui falamos de pormenores como a estrutura de forma e cor, o tipo de letra, entre outros.

A carta de apresentação é algo extremamente pessoal, pois é através dela que o empregador o/a vai conhecer melhor. Vai saber sobre o seu percurso académico e profissional. Desta forma tem que se saber muito bem o que escrever e de que forma escrever.

Homem a escrever uma carta de apresentação num café

 

Quando escrever lembre-se que  o texto deve ser q.b. Ou seja, há que ser breve e simples para facilitar a leitura, mas também deve ter conteúdo interessante e que agarre quem está a ler. A forma frásica ajuda neste processo.

Uma das técnicas que ajudam a escrever o texto é esquematiza-lo primeiro. Pode ir anotando as suas ideias para ter noção do que deve escrever em cada parágrafo.

As cartas de apresentação também são proveitosas em casos de candidatura espontânea. Desta forma é possível que se destaque dos demais.

 

Carta de apresentação passo a passo:

Introdução

É neste primeiro parágrafo que se consegue agarrar o leitor da carta. Começar a carta de maneira enfadonha é meio caminho andado para o remetente deixar de a ler. Seja original!

É também neste primeiro parágrafo que deve referir quem é, o que procura e o motivo pelo que se está a candidatar.

 

Desenvolvimento

Durante o desenvolvimento, a carta de apresentação deverá manter-se apetecível de continuar a ler. Ao longo dos parágrafos vá relacionando a sua experiência e formação com as suas competências, bem como o porquê de se ajustarem para o cargo a que se candidata.

É também necessário ressaltar que se deve sempre ajustar a forma como se escreve à empresa a que se candidata. Para uma empresa menos formal poderá escrever de forma mais expressiva. Isto é, utilizar expressões incomuns, utilizar pontos de exclamação, entre outros.

Tenha em conta que uma carta de apresentação não deve ter mais que uma página A4 (a contar com endereços e devido espaçamento). Um texto demasiado longo pode ser a morte do artista.

 

Pessoa a escrever num caderno com um portátil à frente

 

Conclusão

A conclusão corresponde ao último parágrafo do texto. Uma boa conclusão é aquela que faz um apanhado de tudo o que foi dito acima de forma simples, concisa e fácil de perceber.

Na despedida deve dizer que está disponível para uma entrevista.