Desde há vários anos que contamos com um curso orientado para formar interessados em aprender a profissão de auxiliar de veterinária. De seguida pode ficar a conhecer alguns dos aspectos que realçam a importância desta profissão.

Auxiliar de veterinária numa clínica com um cão

Quantos de nós, em crianças, não sonhámos tratar e cuidar de animais?

Há um certo encanto em poder ajudar estes amorosos seres irracionais (que por vezes mostram ser mais racionais do que muitos humanos) e curá-los das suas doenças e/ou ferimentos.

No entanto, nem só os veterinários têm um papel fulcral nesta função. Também os auxiliares de veterinária são essenciais no bem-estar de tantos animais mais ou menos debilitados que, transportados pelos donos, se deslocam em busca de alívio e cuidados de saúde às clínicas veterinárias, mesmo quando o motivo é uma simples consulta de rotina ou as “temíveis”, mas fundamentais, vacinas.

Para se ser auxiliar de veterinária é preciso ter verdadeiro amor pelos animais, mas também coragem. Porquê? Porque nem todos pesam 4 quilos e são fofinhos e amistosos, principalmente quando se sentem doentes, com dores ou percebem que se preparam para levar uma vacina.

Alguns pesam quase tanto como um ser humano, e podem tornar-se agressivos quando se vêem numa situação que não lhes agrada. Por vezes, nem sequer os donos conseguem (ou querem) controlá-los, ficando surpreendidos ao ver o seu querido e simpático amigo de quatro patas, que “ladra, mas não morde” (ou assim parecia!), transfigurado numa pequena fera preparada para ferrar o dente ou fincar as garras em quem o tentar agarrar ou manter quieto. E quem fica muitas vezes na primeira linha desta batalha? O auxiliar de veterinária, claro está.

Quem tem animais de estimação sabe como tudo se processa. Quando chegamos à clínica com o nosso melhor amigo e passamos da sala de espera à consulta, o primeiro rosto sorridente que nos recebe e nos tranquiliza, normalmente ainda antes do médico veterinário, é o do auxiliar. E este primeiro impacto tem obviamente extrema importância, tanto para o animal como para o dono.

Os animais tornam-se parte da família, cuidamos deles como se de filhos se tratassem e naturalmente queremos o melhor para eles, a começar pelos cuidados de saúde.

Mas esses cuidados têm também a sua componente humana, em que gostamos de sentir que quem está do outro lado se preocupa e zela por eles tanto como nós, mostrando carinho no trato e na forma como os recebe.

E é por estas e tantas outras razões que ser auxiliar de veterinária é uma profissão não só nobre como exigente, cheia de constantes desafios diários, e que deixa certamente muito realizados aqueles que a escolheram.

Relacionados:
Testemunho sobre a Master.D (de formanda de Auxiliar de Veterinária)
Testemunho de uma formanda que está a fazer voluntariado
Comentário de Formanda de Aux.Veterinária