As indústrias dependem da eficiência dos seus processos de produção, e numa era em que tempo é dinheiro, o objectivo a alcançar é produzir com a maior qualidade, no menor tempo possível.

foto de trabalhador da indústria

Não admira que, actualmente, nas indústrias a maior parte dos processos de fabricação seja automatizado, uma vez que mais do que uma exigência de sobrevivência, a automação é um requisito de modernidade e competitividade.

Estes sistemas automatizados são habitualmente controlados por autómatos programáveis. Desta forma, as indústrias necessitam de pessoas com conhecimentos específicos dos mesmos.

É neste contexto que surge o curso da Master.D de autómatos programáveis orientado para a qualificação de profissionais capazes de:

– Programar autómatos para fins industriais específicos;
– Detectar necessidades técnicas num sistema industrial e adaptar a programação, de forma a optimizar o processo industrial;
– Reparar sistemas de automação;
– Comercializar sistemas de automação industrial.

Com este curso o formando vai aprender a “comunicar” (através da elaboração de programas) com o autómato, instrumento de automatização utilizado em todos os campos e processos industriais, conhecendo o seu funcionamento e manuseamento.