É Agosto e tens de estudar porque ficaram algumas cadeiras para trás. E Setembro está aí mesmo à porta com novos exames. A Master.D dá-te as receitas para um estudo mais eficaz e para conseguires os resultados desejados.

Em primeiro lugar, não penses que tens de estudar. Estuda. Só precisas dos apontamentos, uma mesa, uma cadeira num local bem iluminado. Tudo o resto é acessório, se tiveres motivação suficiente. Se achas que só tens motivação na véspera do exame, que tal sentares-te todos os dias, à mesma hora à espera da inspiração? Assim diminuis a possibilidade de que a inspiração te apanhe desprevenido…

É importante ter uma ideia do exame: tipo americano, de desenvolvimento, o número de perguntas, a duração do exame… O ideal é conseguires exames anteriores. Depois, faz uma primeira leitura rápida ou aproximativa da matéria de maneira a saberes tudo o que é necessário considerar (isto se não o fizeste durante as aulas). Organiza então o trabalho, dividindo a matéria pelo tempo disponível até ao exame numa planificação escrita que seja realista. Esta planificação deve incluir revisões intermédias se a matéria for extensa e também uma revisão final mais profunda.

Faz uma segunda leitura mais detalhada, sublinhando os conceitos principais e assegurando-te sempre de que estás a compreender todas as ideias antes de memorizá-las. Se fizeres esquemas, és obrigado a analisar todas as ideias do texto e, o mais importante de tudo, a classificá-las e a relacioná-las entre si. Além disso, é aconselhável fazer um esquema geral numa só folha com esquemas auxiliares para teres uma visão geral de toda a matéria.

MEMORIZA: se não resultaram as leituras, os esquemas, os sublinhados, tenta fazer os resumos, lê-los em voz alta, usando mnemónicas (transforma os itens que tens de memorizar em imagens que se relacionem entre si) e escrevendo-as e repetindo-as poderás conseguir memorizar.

 Faz uma avaliação dos conhecimentos através de provas ou de perguntas orais que um familiar ou amigo possam fazer. Se tiveres, faz agora os exames anteriores e depois verifica onde falhaste e o porquê. Depois volta a estudar o que não aprendeste bem, porque se houve erro no estudo ou na compreensão há que corrigi-los de imediato.

Já se vê a luz ao fundo do túnel. Chegou a hora da revisão final, uma última leitura em profundidade de toda a matéria, caso seja possível. Se não, lê com atenção os esquemas e resumos elaborados.

Véspera de exame: estás preparado intelectualmente para o exame, falta preparar-te física e psicologicamente. Também é importante, por isso relaxa, se puderes dá um passeio e dorme com tranquilidade.

Durante o exame: lê com atenção e responde só ao que te perguntem. Podes começar pelas perguntas que tenham a pontuação mais elevada; se tiverem todas a mesma cotação começa pelas perguntas que saibas melhor, deixando um espaço em branco no final de cada uma, caso te lembres mais tarde de algo a acrescentar. Depois faz uma revisão, assegurando-te de que não tens erros ortográficos, gramaticais ou de estilo.